A dieta da saúde planetária

Já imaginou comer somente 50g de proteínas animais por dia? É o equivalente a um bife bem pequeno, tudo em prol da manutenção do planeta e da saúde geral em 2050

Um grupo de cientistas de todo o mundo reunidos na Comissão EAT-Lancet de Food, Planet, Health tentam chegar a um consenso científico definindo uma dieta saudável e sustentável adaptada uma população futura de 10 bilhões de pessoas.

Segundo eles, O uso da terra para o cultivo de alimentos e florestas é responsável por cerca de um quarto das emissões globais de gases de efeito estufa. Isso é o mesmo que da eletricidade e do aquecimento, e substancialmente mais do que de todos os trens, aviões e automóveis do planeta.

Quando você olha mais de perto o impacto ambiental do setor de alimentos, você pode ver que carne e laticínios são os principais fatores. Em todo o mundo, a pecuária representa entre 14,5 e 18% das emissões de gases de efeito estufa induzidas pelo homem.

Simultaneamente, as dietas não saudáveis são o principal fator de risco para doenças em todo o mundo, causando taxas de crescimento rápido de Doenças Não-transmissíveis (DNTs), como diabetes, doenças cardíacas e cânceres. A vasta desnutrição global está aumentando a pressão para esses desafios. Em outras palavras, quanto mais crescemos, processamos, transportamos, consumimos e desperdiçamos alimentos mais prejudicamos as pessoas e o planeta.

Entretanto não há conclusão final:

“Nós não temos um consenso científico para definir o que é uma dieta saudável para todos os seres humanos. Nós não temos uma revisão abrangente de como a produção de alimentos deve mudar para ser sustentável. Não temos diretrizes claras e baseadas na ciência dizendo a todos como podemos fornecer às pessoas dietas saudáveis a partir de um sistema alimentar sustentável”.

 Ainda assim a sugestão é consumir muito mais alimentos vegetais que animais.

Segue o resumo.

  1. Nozes – 50g por dia
  2. Feijão , grão de bico , lentilhas e outras leguminosas – 75g por dia
  3. Peixe – 28g por dia
  4. Ovos – 13g por dia (um e um pouco por semana)
  5. Carne – 14g por dia de carne vermelha e 29g por dia de frango
  6. Carboidratos – grãos integrais como pão e arroz 232g por dia e 50g por dia de vegetais ricos em amido
  7. Laticínios – 250g – o equivalente a um copo de leite
  8. Legumes – (300g) e frutas (200g)