Constipação Intestinal na Gestação

Gestantes, principalmente no primeiro trimestre, podem notar um quadro de constipação intestinal. Isso se dá principalmente pelo aumento dos hormônios progesterona e relaxina. Eles são cruciais para a manutenção da gestação, mas podem proporcionar esse desconforto.
.
Vamos entender o porquê.
.
A progesterona é o hormônio que prepara o endométrio para a implantação e manutenção do feto no útero até que a placenta inicie a produção de seus hormônios por volta da 7ª semana de gestação. Até a segunda semana, esse hormônio estimula a secreção de nutrientes para a manutenção do zigoto. Além disso, a progesterona favorece a deposição de gordura materna (sim! Isso é importante também), estimula o apetite na primeira metade da gestação, inibe a rejeição do feto pelo sistema imunológico da mãe, aumenta a ventilação respiratória da gestante. Por fim, pelo fato de a progesterona inibir as contrações para prevenir a expulsão do bebê e por reduzir a motilidade do trato gastrointestinal, permitindo um tempo maior para a absorção de nutrientes, pode ter como consequência a constipação intestinal.
.
A relaxina, no início da gestação atua como relaxante uterino que impede abortos espontâneos e em fases tardias facilita o relaxamento da musculatura pélvica para a passagem do bebê pelo canal de parto. E por se tratar de um hormônio que proporciona relaxamento, falta de contração, também pode interferir no funcionamento intestinal.

MARQUES, N.; SERPA, F.; TEIXEIRA, M. Nutrição Funcional: da Fertilidade à Gestação. 1ª. ed: Valéria Paschoal Editora Ltda., 2018.