Dicas para ansiedade alimentar

A ansiedade é um sentimento caracterizado por medo, apreensão, tensão. Ela é considerada como doença quando é exagerada e desproporcional, interferindo na qualidade de vida do indivíduo, no conforto emocional ou no desempenho diário.

Trago dicas para melhorar a ansiedade alimentar, lembrando que a finalidade não é deixar de sentir ansiedade e sim aprender a lidar com ela.

1 – Fazer “dieta” é grande fonte de ansiedade. “Dieta” está ligada à punição, privação, frustração. É “tudo ou nada” ou a gente faz e “não come” ou não faz e devora o que vem a frente. Troque a “dieta” por uma orientação nutricional personalizada, equilibrada e SABOROSA! Quem faz dieta quer resultados para ontem, quem segue um plano alimentar está em busca de saúde.

2- É normal sentir ansiedade diante de situações novas e não previstas. Planeje, dentro do seu estilo de vida, horários aproximados e constantes para suas refeições e o que irá comer. Você se acostumará a sentir fome nestes horários.

3- Aceite seus “escorregões”. Encare esses episódios com serenidade. Caiu? Levanta! Errou? Corrige! Falhas ocorrerão e deverão ser encaradas como oportunidades para aprendizagem.

4- Desenvolva sua autoestima ou estará sempre ansiosa e insatisfeita! Lembre-se que, tão importante como ser ou estar bonita é sentir-se bonita! Beleza é uma questão de imagem e autoimagem.

5- O stress é companheiro da ansiedade. Desenvolva mecanismos anti estresse. Pratique atividades prazerosas, alguma forma de relaxamento, alguma atividade esportiva recreativa e não competitiva, administre seu tempo. Faça aquilo que você pode realmente fazer em determinada situação. Não se preocupe com o que não pode ser feito. Não adiante nada e você ficará menos ansiosa. Inclua-se em sua agenda.