Proteína, a menina de ouro

Enquanto carboidratos e gorduras são constantemente motivos de alerta vermelho, a proteína é basicamente a menina de ouro entre os macronutrientes da dieta. Em primeiro lugar isso é totalmente injusto com carboidratos e gorduras, mas a proteína certamente tem o suficiente para ganhar uma boa reputação. Sabemos que proteína é fundamental. Além de muito ligada à excelência muscular, a proteína é essencial para o crescimento e reparação de praticamente todas as células e tecidos corporais — desde sua pele, cabelo e unhas até seus ossos, órgãos e fluidos corporais.

Melhor ainda quando a proteína é uma boa fonte de todos os 9 aminoácidos essenciais. Quando uma proteína tem falta de um desses aminoácidos essenciais, é considerada incompleta. A maioria dos alimentos vegetais são considerados proteínas incompletas.

A boa notícia para vegetarianos, veganos e amantes de alimentos vegetais em geral é que é possível obter todos os aminoácidos essenciais ao comer uma grande variedade de proteínas incompletas. Por exemplo, os grãos são baixos em um aminoácido chamado lisina, enquanto feijões e nozes são baixos em metionina. Mas quando você come, feijão e arroz ou torrada de trigo com manteiga de nozes, você está recebendo todos os aminoácidos. Embora as pessoas costumavam ser encorajadas a comer alimentos em combinações nas refeições, agora sabemos que isso não é necessário, desde que você esteja comendo uma boa variedade de proteínas ao longo do dia.

Tudo depende do planejamento do seu plano alimentar.